Mato Grosso,

sábado, 20

de

julho

de

2024
No menu items!


 

InícioDestaquesPolícia prende empresário que pagava R$ 1 mil para estuprar meninas virgens

Polícia prende empresário que pagava R$ 1 mil para estuprar meninas virgens

Agora MT

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu na manhã desta sexta-feira (14) um empresário que pagava até R$ 1 mil para estuprar meninas virgens. Os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos na casa do suspeito, de 61 anos, na região administrativa do Itapoã. Ele é investigado por estupro de vulnerável e exploração sexual de adolescentes.

Segundo a polícia, o homem aliciou e abusou de dezenas de adolescentes, a maioria com 12 e 13 anos. Uma das vítimas, atualmente com 16 anos, era vítima dos abusos desde os 13.

O empresário pagava para estuprar algumas meninas virgens, e as vítimas mais velhas tinham a missão de conseguir novas garotas para o empresário. Além do dinheiro, o autor dava presentes e organizava festas com as adolescentes.

O homem vai ficar preso de forma temporária, por 30 dias. Depois do prazo, a Justiça vai definir se converte a prisão dele em preventiva até o fim das investigações.
A pena do empresário pode ultrapassar 100 anos de prisão caso ele seja condenado, devido ao grande número de vítimas que ele fez nos últimos anos.

Fique atento
Em caso de suspeita de abuso sexual é importante ter um olhar cuidadoso e atento ao comportamento das crianças e adolescentes. Veja sinais de alerta:

Receba as informações do ATUALMT através do WhatsApp:
Clique aqui para receber as notícias no seu WhatsApp.

Mudanças bruscas e inexplicáveis de comportamento;
Mudanças súbitas de humor, comportamentos regressivos e/ou agressivos;
Sonolência excessiva, perda ou excesso de apetite;
Baixa autoestima, insegurança e comportamento sexuais inadequados para a idade;
Busca por isolamento;
Lesões, hematomas e outros machucados em explicação clara pelo corpo;
Fugas de casa e evasão escolar; e
Medo de adultos estranhos, de escuro, de ficar sozinho e de ser deixado com alguém específico.

Como denunciar
As ocorrências podem ser registradas na Delegacia Eletrônica (veja link);
Nos telefone 197, opção zero;
Pelo telefone da Polícia Militar – 190; e
Pelo Disque 100.

Últimas notícias