Mato Grosso,

sexta-feira, 19

de

agosto

de

2022
No menu items!


 

InícioDestaquesEmpresário do ramo imobiliário é preso por não pagar pensão à ex

Empresário do ramo imobiliário é preso por não pagar pensão à ex

Midia News

Um empresário do ramo imobiliário foi preso na manhã de quarta-feira (4), dentro do seu escritório em Cuiabá, por falta de pagamento de pensão à ex-esposa.

O homem foi indentificado pelas iniciais P.R.S.F. e tem 34 anos. 

De acordo com o boletim de ocorrência, o empresário foi conduzido à Polinter. Para ser liberado, deve realizar todos os pagamentos pendentes que a esposa solicita na ação.

O mandado de prisão foi expedido pela juíza Ana Graziela Vaz, da Primeira Vara de Violência Doméstica de Cuiabá, que entendeu que o homem tem descumprido a decisão de arcar com os pagamentos de pensão.

O advogado da mulher, Lucas Giovanni Bezerra, afirmou que o empresário usa de meios judiciais para adiar o pagamento da pensão.

“Ele usa de recursos protelatórios, tentando adiar o fim do processo e protelar o pagamento da pensão, inclusive usando a pandemia e a queda no mercado imobiliário como justificativa para evitar pagar a parte da requerente, porém temos provas de que ele tem obtido uma boa renda proveniente dos lucros da empresa que era do casal”, explicou.

Prisão anterior

Em 2019, o empresário havia sido preso pela Polícia Militar, acusado de agredir a esposa, dentro do apartamento do ex-casal, no bairro Jardim das Américas, em Cuiabá.

Ela estava preparando o jantar quando, por motivos fúteis, teria começado uma discussão com o homem.

“Ele a empurrou. Quando ela caiu no chão, em um ataque impulsivo de fúria, passou a agredi-la com socos e chutes”, disse ela à época.

A PM foi acionada por vizinhos que escutaram os gritos de socorro. Diante da situação, ele foi detido e encaminhado para Central de Flagrantes, onde foi autuado por lesão corporal e injúria.

Após definitivamente romper o casamento, a mulher ingressou com ação de divórcio litigioso e partilha de bens, que ainda segue em andamento.

Outro lado

Receba as informações do ATUALMT através do WhatsApp:
Clique aqui para receber as notícias no seu WhatsApp.

Os advogados de defesa do empresário não retornaram o contato da reportagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas notícias