Mato Grosso, segunda, 01 de março de 2021

Cruzeiro não supera o Oeste e perde de 1 a 0 pela 34ª rodada da Série B

Apesar de ter buscado o ataque durante toda a partida e de ter criado oportunidades para vencer, o Cruzeiro acabou sendo derrotado pelo Oeste, por 1 x 0, na noite desta quarta-feira, na Independência, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Treinada por Luiz Felipe Scolari, a equipe cinco estrelas volta a campo contra o Juventude, no próximo sábado, às 19h, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul-RS.

O jogo

O Cruzeiro começou a partida com uma postura bem ofensiva, mas tinha dificuldades de entrar na grande área do Oeste, que estava muito congestionada pela forte marcação do adversário.

As primeiras chegadas com perigo da Raposa ao ataque foram em faltas cobradas por Rafael Sobis, a primeira delas defendida por Caíque França e a outra à direita do gol.

Aos 12 minutos, Welinton recebeu passe de Raúl Cáceres, chutou forte e Caíque França segurou.

Apostando nos contra-ataques, o Oeste deu um susto no goleiro Fábio, em finalização de Caio Vinícius à esquerda do gol.

Dominando completamente as ações, a Raposa quase marcou com Rafael Sobis, que recebeu lindo passe de Adriano, driblou Yuri e chutou colocado, mas Caíque França fez grande defesa.

Pouco tempo depois, Sobis cobrou mais uma falta e o goleiro da equipe paulista defendeu outra vez.

Aos 41, em contragolpe que começou com uma falta não marcada em Aiton, Raí Ramos cruzou da direita e Fábio marcou, de cabeça.

A Raposa ainda chegou perto do empate na primeira etapa, em lance que iniciou com um cruzamento de Matheus Pereira para Raúl Cáceres. O lateral paraguaio ajeitou para Marcelo Moreno dentro da área, mas o zagueiro Vinícius conseguiu chegar antes e salvou o Oeste.

Segundo tempo

Com muita intensidade, o Cruzeiro literalmente encurralou o adversário desde o início da etapa final e criou seguidas oportunidades de gol, como nos chutes de Adriano, que o goleiro do Oeste defendeu, e de Filipe Machado, na trave.

A pressão cinco estrelas era enorme e Rafael Sobis quase empatou, não fosse outra importante intervenção de Caíque França. Na sequência, Sobis recebeu de Adriano e chutou acima do gol.

Só dava Cruzeiro, que seguiu buscando a virada incansavelmente, enquanto a equipe de Barueri-SP se fechou toda na defesa, tentando segurar o resultado de qualquer maneira, e ainda quase fez o segundo, em chute de Raí Ramos cara a cara com Fábio, que o goleiro celeste fez excelente defesa.

A pressão da Raposa se manteve até os instantes finais da partida, mas não foi suficiente para quebrar a retranca do adversário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *