Mato Grosso, quarta, 20 de janeiro de 2021

Deputado se reúne com secretario de Infraestrutura para cobrar demandas

Foto: LUCIENE LINS

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), esteve reunido na tarde de terça-feira (30), com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra), Marcelo Oliveira, em busca de informações sobre as demandas encaminhadas pelos parlamentares à respectiva pasta.

Como explicou o deputado, a visita ao secretário foi motivada pela alta demanda apresentada pelas lideranças políticas nos municípios do Estado.

“Temos muitas demandas que são exclusivas da Sinfra. Pavimentação de rodovias, substituição de pontes de madeira por pontes de concreto, terraplanagem nas estradas de terra, são alguns pedidos corriqueiros em nosso gabinete. Foi diante destas demandas que resolvi buscar as informações junto ao secretário”, disse João Batista.

Questionado sobre qual seria a melhor forma de aplicar os recursos oriundos das emendas parlamentares, o secretário explicou que a destinação de verbas para as obras de construção de pontes de concreto é “bastante positivo”, tendo em vista o grande número de pontes de madeiras ainda existentes em Mato Grosso.

“Em todo lugar que existir uma ponte de madeira, iremos substituir por outra de concreto, já melhorando o tráfego de forma imediata. Todo recurso que venha de emendas parlamentares para nós é de bom grado. O governador costuma dizer que para as obras estaduais, todo um real vindo de emenda, ele coloca mais um real de investimento. Isso garante a conclusão das obras de determinadas reivindicações que recebemos aqui na Sinfra”, argumentou o secretário.

Além da busca por informações, o parlamentar aproveitou a oportunidade para indagar sobre a pavimentação da Rodovia MT-030, trecho da Ponte de Ferro até Chapada dos Guimarães. “Esse trecho da Ponte de Ferro, tem a previsão de entrega de 24 meses. Levando em consideração de que a ponte precisará ser demolida. Obra que exige um trabalho mais detalhado, que leva tempo”, explicou o secretário.

Fonte: ALMT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *