Mato Grosso, sábado, 31 de outubro de 2020

Vice-presidente do Flamengo defende volta da torcida aos estádios

.

Neste sábado (19), em coletiva à imprensa, o vice-presidente do Flamengo, Marcos Braz, defendeu o retorno dos torcedores aos estádios. “A mágica do futebol, de todos os esportes, é o público”, pontuou o dirigente, mas sem abrir mão das precauções diante da pandemia que continua a fazer novos casos e óbitos. “Desde que tenha segurança, tem que ter público”, enfatizou. 

O governador interino do Rio de Janeiro, Claúdio Castro, decretou o prosseguimento de medidas preventivas contra a doença até 6 de outubro, entre elas a não realização de eventos esportivos com a presença de público.

O mundo do futebol brasileiro está em polvorosa com a possível volta da torcida aos estádios para 4 de outubro, precisamente, no jogo Flamengo x Athletico-PR. A Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) e o próprio poder municipal acenaram positivamente para esta possibilidade na última sexta.  

A notícia gerou diferentes reações e a Confederação Brasileira de Futebol ainda não se manifestou. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse que o time dele não vai entrar em campo. Já o Vasco entende que a presença do público precisa ser autorizada em todo o território nacional, sob o risco de se criar um desequilíbrio no esportivo.

A ideia é que é os jogos possam receber 30% da capacidade permitida de pessoas nas partidas e com todos os presentes usando máscaras. O Maracanã, por exemplo, poderia ter 22 mil pagantes para o evento, mesmo ainda em meio ao novo coronavírus (covid 19).

Segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, foram registrados até agora 251.261 casos confirmados e 17.634 mortes devido à covid-19. Existem ainda 403 óbitos em investigação e 228.258 pacientes recuperados.

Edição: Fernando Fraga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *