Mato Grosso, terça, 22 de setembro de 2020

Homem sequestra, espanca ex e pede desculpas às mulheres no Facebook em Tangará da Serra

RepórterMT

Edimilson está desaparecido há quatro dias, desde que vítima conseguiu escapar

Edmilson Albuquerque, ex-marido de Maria do Socorro, que foi sequestrada, espancada e torturada na casa dos pais dele, no bairro Jardim do Lago, em Tangará da Serra (241 km da Capital), mesmo ainda ‘foragido’ se manifestou sobre o caso e tentou se defender com um comentário em uma das reportagens  da imprensa local, onde pede desculpas às mulheres e diz que não quer ser acusado ‘pelo que não fez’.

Edmilson apareceu nas redes sociais para falar sobre o caso na tarde da última terça-feira (04).

Por meio da postagem, o foragido diz que ‘sabe que fez errado’, no entanto, tenta justificar as agressões brutais afirmando que Maria teria traído e roubado ele. Ressalta ainda que não sequestrou a ex, que ela foi para a casa da mãe dele por vontade própria.

“Bom eu sou o Edmilson, bom eu vim aqui pedir desculpas pra todas as mulheres e vim também, explicar tudo o que na verdade aconteceu. Ela me roubou e ainda por cima, me traiu então, eu sei que fui errado mas, foi na hora da raiva, não quis fazer nada disso mas, não quero ser acusado por uma coisa que eu não fiz, e outra, ela não ficou em caceris privado, ela foi por vontade própria e eu tenho provas, vidoes, então não me juguem sem sabe” (como estava escrito)

Ainda sobre a prisão da mãe e do padrasto, na última segunda-feira (03), acusados de serem cúmplices e omissos, Edmilson disse que a mãe é inocente e que nem estava em casa na hora (das agressões).

“Minha mae é inoceti ela nem tava na hora então não juguem sem sabe” (como estava escrito) 

O caso segue em investigação e Edmilson é procurado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *