Mato Grosso, 28 de março de 2020
   

Governo e Sindicato orientam frigoríficos a adotarem medidas contra o coronavírus

Em Tangará da Serra, trabalhadores afirmam que há aglomeração de pessoas e falta de controle no transporte e na entrada das empresas (Imagem: Recebida pelo Whatsapp)

O Tangará em Foco tem recebido inúmeras reclamações, sugestões e imagens nos últimos dias em relação as condições de trabalho dos funcionários dos frigoríficos da cidade, tanto internamente quanto dentro dos ônibus e na entrada das empresas. Alguns funcionários estão com medo.

“Os funcionários estão expostos demais. Hoje de madrugada, chegando todo mundo de ônibus e esperando pra entra sem saber se tem alguém doente ali. Triste situação”, disse uma funcionária de um dos frigoríficos de Tangará em mensagem encaminhada ao Tangará da Serra na segunda, 23.

Nesta terça, 24, o Governo do Estado e o Sindicato que representa a categoria divulgou informações orientando os frigoríficos a tomarem medidas para evitar a disseminação da doença entre os seus colaboradores.

De acordo com o Governo e o Sindicato das Indústrias de Frigorífico do Estado de Mato Grosso (Sindifrigo), a indústria frigorífica é um forte elo da economia de Mato Grosso e não deve parar diante da pandemia do coronavírus, pois é ela quem destina as carnes para a mesa dos mato-grossenses. Neste momento em que as autoridades de saúde orientam para que, quem puder, fique em casa, os colaboradores da indústria seguem trabalhando com as precauções necessárias para que não haja desabastecimento no mercado.

“Estamos em um cenário completamente atípico e com muitos trabalhadores mato-grossenses, de diversos segmentos, na linha de frente para que o Estado não pare. Os trabalhadores da indústria frigorífica estão neste rol e agradecemos o empenho. Para garantir a saúde de todos, o Governo do Estado e o Sindifrigo já orientaram as empresas e colaboradores internamente para todas as medidas sanitárias”, afirma César Miranda, secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico.

O Sindifrigo divulgou um plano de ação para todas as empresas do ramo intitulado Protocolo Interno de Contingência contra o novo coronavírus (COVID-19). Entre as medidas, a criação de um comitê de crise, a liberação de trabalhadores do grupo de risco, a diminuição do contingente de colaboradores, mapeamento dos pontos críticos e implemento de diversas ações.

“São apenas balizas orientadoras em meio a uma centena de ações que se fazem necessárias no dia a dia de nossas empresas e que já estão sendo postas em prática”, informa carta do Sindifrigo assinada pelo presidente Tadeu Paulo Bellicanta.

Com Assessoria Secom/MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *