Mato Grosso, 25 de fevereiro de 2020
   

Companhia de PM do Centro Histórico aumenta efetivo e cria policiamento ciclístico

A 21ª Companhia Independente de Polícia Milita do Centro Histórico de Cuiabá, ativada no final da tarde de quinta-feira (13.02), começa a operar com mais policiais, viaturas e novas modalidade de policiamento. Inicialmente são 80 policiais, com meta de ampliação gradativa e possibilidade de chegar a 150.

Durante a solenidade de ativação, o comandante geral da Polícia Militar coronel Jonildo José de Assis deu total autonomia ao comandante da unidade, tenente-coronel José Corrêa da Costa Junior, para implantar escalas de plantão e modalidades de policiamento de acordo com as necessidades da região atendida.

“Apresente proposta de policiamento diferenciado, conciliando a necessidade do comércio, dos bancos e moradores”, sugeriu. O coronel Assis explicou que a elevação da unidade anterior ao padrão de ‘Companhia Independente’ demandou investimentos e representa um grande salto à segurança do Centro Histórico e seu entorno.

Assis assinalou que desde o início da gestão do Governo Mauro Mendes os índices criminais da área central vinham sendo analisados e debatidos com o objetivo de embasar uma nova proposta de policiamento, capaz de atender as demandas. Todavia, observou, as ações de segurança na área central não podem se limitar às modalidades de policiamento preventivo e de repressão, será necessária a atuação permanente de outros órgãos públicos, das áreas  de assistência social, saúde, entre outros.

O secretário de Segurança Pública Alexandre Bustamante pontuou que os índices criminais do Centro de Cuiabá refletem mais que indicadores, também a sensação de segurança. Bustamante disse que freqüenta o comércio da área central e quer ter segurança para que ele e todos que trabalham, fazem compras ou passeiam pela região façam isso em segurança. “Os projetos e ações de segurança daqui têm o meio apoio, podem contar com isso”, disse, durante a ativação da nova Companhia.

O secretário de Segurança Alexandre Bustamente foi homenageado pelo apoio à elevação da unidade central para Companhia Independente (foto: Sd Luiz/PMMT)

Dezenas de empresários e representantes de entidades de segmentos comerciais participaram da solenidade. O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) Ozair Nunes Bezerra declarou que a criação de uma Companhia Independente no Centro Histórico é a realização de um grande sonho do comércio em geral. “Estamos gratos pelo Governo e a Polícia Militar terem acolhido nosso sonho”, completou.

Ozair disse ainda que a próxima meta e implantar na unidade um modelo de segurança que possa atender as necessidades dos consumidores, do comércio, trabalhadores do setor e servir de exemplo para outras regiões.

Comandante

Um pouco antes da ativação do prédio o comandante do 1º CR, coronel Esnaldo Moreira, empossou o tenente-coronel José Corrêa da Costa Junior, 36 anos, na função de comandante da 21ª Cia. Corrêa Junior está na PMMT há 20 anos e já desempenhou funções de comando em diversas regiões, entre as quais Ribeirão Cascalheira, Canarana e Barra do Garças.

Ele também atuou na Força Nacional de Segurança, especialmente em ações de apoio à Polícia Federal na repressão às drogas em Estados como Santa Catarina, Paraná e Pará. No 1º e 9º Batalhões, serviu como comandante-adjunto e trabalhou como oficial do Batalhão Especializado Rotam, em Cuiabá.

Mudança

Enquadrada em uma nova categoria dentro da estrutura operacional da PMMT, a Companhia Independente deixa de ser subordinada ao 1º Batalhão do Porto e agora tem sua própria área de atuação e torna-se autônoma, ligada diretamente ao 1º Comando Regional.

Localização

A 21ª Cia está instalada em um prédio da Rua Pedro Celestino, na frente da Praça Alencastro, onde já funcionaram agências do extinto Bemat e da Procuradoria Fiscal de Prefeitura de Cuiabá. Entretanto, o acesso atual da unidade militar é pelo calçadão da Rua Ricardo Franco. O prédio é um sobrado com acesso pelas duas ruas, mas ainda está passando por obras de reforma e adequação para atender as demandas de unidade militar.  

 

Fonte: GOV MT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *