Mato Grosso, 17 de janeiro de 2020
   

Partido de Blairo mira França e Dorileo para disputar Prefeitura de Cuiabá

Apesar de não descartar a apoio à reeleição de Emanuel Pinheiro, a sigla progressista já se articula para encontrar nomes que queiram disputar o comando da Capital no próximo ano.

Roberto França já foi prefeito de Cuiabá, atualmente apresenta o programa Resumo do Dia; Dorileo Leal é dono do Grupo Gazeta.

O presidente do Partido Progressista em Mato Grosso, deputado Neri Geller federal, disse que o partido está em busca de lideranças que possam concorrer ao cargo de prefeito de Cuiabá, na eleição de 2020. Estão na mira dos progressistas o ex-prefeito e apresentador Roberto França e o empresário Dorileo Leal – dono do grupo Gazeta de Comunicação.

A sigla conta com a influência e capital político do ex-governador e ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

“Tem algumas lideranças que estão na mira do partido. Convidamos o prefeito Roberto França e eu ainda não conversei, mas vou conversar com o Dorileo que tem essa possibilidade é uma das lideranças fortes do Estado e da Capital”, emendou.

“Todo time que quiser disputar o campeonato tem que estar em campo, é o que estamos fazendo. O diretório municipal está autorizado a compor, a conversar, mas se conseguirmos ter candidatura própria, a gente vai trabalhar com a possibilidade de candidatura própria porque é a orientação nacional”, disse.

“Tem algumas lideranças que estão na mira do partido. Convidamos o prefeito Roberto França e eu ainda não conversei, mas vou conversar com o Dorileo que tem essa possibilidade é uma das lideranças fortes do Estado e da Capital”, emendou.

A mesma posição foi defendida pelo ex-ministro Blairo Maggi. O Progressista está dividido, pois, existe uma ala que defende a continuidade da aliança com o prefeito Emanuel Pinheiro em uma eventual reeleição dele.

Atualmente, a sigla participa do primeiro escalão da prefeitura no comando de duas secretarias: Obras, Vanderlúcio Rodrigues, e de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Débora Marques Vilar.

“É cedo ainda para disputar eleição. O PP deu uma contribuição para eleição do Emanuel Pinheiro e temos a obrigação de ajudar na administração dele, ao menos essa é a orientação”, comentou Neri Geller.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *