Mato Grosso, domingo, 24 de janeiro de 2021

Mãe passou mal ao saber que filho planejou assalto à melhor amiga

A servidora Sandra Regina foi morta com tiro no pescoço, durante tentativa de assalto, após o filho da melhor amiga informar sobre joias e dinheiro na casa dela.


RepórterMT

Willian era considerado 'da família' e sabia toda a rotina da casa da servidora Sandra Regina.

Willian era considerado ‘da família’ e sabia toda a rotina da casa da servidora Sandra Regina.

A delegada Elaine Fernandes, da Delegacia de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, disse que a mãe de Willian Neto Leite ficou ‘devastada’ e passou mal ao saber que o filho orquestrou o assalto que resultou no latrocínio de sua melhor amiga, a servidora Sandra Regina de Siqueira Travaina, de 48 anos.
i

O crime aconteceu na noite de 1° de julho. Willian foi preso na manhã de sexta-feira (12). Ele era considerado ‘da família’ e sabia toda a rotina da casa, indicando aos comparsas que no local havia joias e objetos de valor.

“A mãe desse elemento ficou devastada, quando a nossa equipe chegou na casa e ela se depara com informação de que o filho dela repassou as informações para matar alguém tão íntima para ela; pois era a melhor amiga. Ela passou mal”, explicou a delegada.

“A mãe desse elemento ficou devastada, quando a nossa equipe chegou na casa e ela se depara com informação de que o filho dela repassou as informações para matar alguém tão íntima para ela; pois era a melhor amiga. Ela passou mal”, explicou a delegada.

Ainda conforme e a delegada, Willian irá responder pelo mesmo crime que os executores do latrocínio, por ter participado de todo o processo.

“Ele será indiciado pela prática de latrocínio consumado e associação criminosa. Ele sabia de tudo, preparou tudo, planejou e tem que responder pelas mesmas penas de seus comparsas”, afirma.

Entenda o caso

A servidora pública e ex-candidata a vereadora, Sandra Regina de Siqueira Travaína, 48 anos, foi morta com um tiro no pescoço, durante uma tentativa de assalto em sua casa, no bairro Nova Várzea Grande, em VG, na noite de segunda-feira (1°).

De acordo com o boletim e ocorrência, o crime aconteceu por volta de 21h45, quando a vítima chegava em casa com seu carro.

Ela foi atacada por três bandidos armados, que anunciaram o assalto ainda na garagem. Assustada, a vítima  buzinou para chamar a atenção de familiares, quando um dos bandidos atirou.

O tiro acertou o rosto e parte do pescoço de Sandra. Os bandidos fugiram do local sem levar nada. No carro estavam a filha da vítima, de 14 anos e a irmã de Sandra, que ajudaram no socorro. 

AtualMT✅

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *