Mato Grosso, sábado, 06 de março de 2021

Marido que executou ex com tiro de 22 se mata na frente da polícia em MT

Marcos Rogério de Lima deu um tiro no queixo para não se entregar à Polícia Civil

debora6.jpg

Marcos Rogério de Lima, acusado de matar a esposa Débora de Oliveira Silva, 37, nesta segunda-feira (08), cometeu suicídio na manhã desta terça-feira (09). Ele tirou a própria vida quando foi localizado por policiais civis, num barraco no Distrito de Caravajo, em Sorriso (400 quilômetros de Cuiabá).

Segundo policiais, denúncias levaram ao local onde o rapaz se escondeu. Ao localizá-lo, os agentes da Segurança Pública tentaram negociar sua rendição.

Neste momento, a equipe policial da Divisão de Homicídios de Sorriso ouviu um disparo de arma de fogo. Os policiais, então, entraram na casa e constataram que Marcos Rogério efetuou um disparo de arma de fogo contra seu próprio queixo.

Os policiais ainda prestaram socorro, colocando-o na viatura e o transportando até o pronto-atendimento de Nova Ubiratã. Contudo, ele faleceu após dar entrada na unidade médica. 

O suspeito é acusado de matar Debora de Oliveira Silva. Ela foi socorrida pela ambulância do pedágio Rodovia MT-242, que liga Sorriso ao município de Nova Ubiratã. Levada ao Hospital de Sorriso, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo as informações, Marcos Rogério efetuou um disparo de espingarda calibre 22 no rosto da mulher.

Folha Max

Por AtualMT

A AtualMT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *