Mato Grosso, 22 de novembro de 2019
   

Botelho não crê em Júlio no Alencastro e sugere eleição a vereador

No último mês, o democrata pediu a transferência de domicílio eleitoral e citou possibilidade de disputa

Midia News

O presidente da AL, Eduardo Botelho e o ex-senador Julio Campos: DEM quer candidatura na Capital

O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) demonstrou surpresa com a transferência de domicílio eleitoral feita pelo ex-senador Júlio Campos (DEM). Após 11 anos sendo eleitor de Várzea Grande, Júlio resolveu retornar seu título à Capital.

Segundo Botelho, a transferência não chegou a ser tratada pelo Democratas e, ao que parece, foi uma decisão pessoal de Júlio.

Questionado se vê viabilidade para que Júlio dispute a Prefeitura de Cuiabá em outubro do próximo ano, Botelho desconversou e disse ter a impressão que essa não seria a vontade do ex-senador.

Acho que ele poderia disputar a vereador né. Talvez ele tenha vontade de ser vereador. Prefeito acho que não

“Acho que ele poderia disputar a vereador, né? Talvez, ele tenha vontade de ser vereador. Prefeito acho que não”, afirmou Botelho.

“Ele nunca manifestou essa vontade de se candidatar a prefeito de Cuiabá. Eu nem estava sabendo dessa transferência. Esse assunto não foi discutido no partido”, acrescentou.

Transferência

Júlio Campos afirmou que se sente mais confortável para se colocar à disposição de seu partido sendo eleitor da Capital.

O democrata não descartou a possibilidade de encarar uma disputa ao Palácio Alencastro, em uma candidatura de oposição ao prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que deve sair à reeleição.

Ele disse, também, que pode concorrer a outros cargos, inclusive ao Senado, caso o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme a cassação do mandato da senadora Selma Arruda (Podemos).

“Posso disputar a prefeito, a vice, vereador e até senador se houver eleição na vaga de Selma. Por esses motivos, resolvi retornar meu domicilio para Cuiabá. Vou me habilitar, quem sabe. O futuro a Deus pertence”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *