Mato Grosso, 20 de setembro de 2019

Rebaixamento, Libertadores e evitar pior 1º turno: veja os cálculos do Cruzeiro no Brasileiro

Raposa precisa de uma vitória contra o Palmeiras, no sábado, para afastar risco de pior campanha no primeiro turno no atual formato de pontos corridos


Dezoito pontos em 18 rodadas, quatro vitórias apenas, aproveitamento de 33,3%. Esse é o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro de 2019. Um time que começou a competição com ambição de brigar pelo título, mas que viu a realidade mostrar, neste final de turno, que a luta é contra o descenso. E os números mostram isso.

A situação é tão complicada e grave que o Cruzeiro chega à última rodada do primeiro turno, contra o Palmeiras, sábado, às 19h (de Brasília), na Arena Palmeiras, precisando somar mais dois pontos – ou seja, conseguir uma vitória – para não igualar o pior primeiro turno de sua história no Brasileiro de pontos corridos com 20 times, iniciado em 2006.

Cruzeiro tem já os cálculos para se salvar do rebaixamento — Foto: Infoesporte

Cruzeiro tem já os cálculos para se salvar do rebaixamento — Foto: Infoesporte

A pior campanha foi alcançada em 2016, com 19 pontos somados e com o time em 18º lugar. Atualmente, o time está em 16º lugar com 18 pontos, sendo que 10 foram conquistados com Mano Menezes, um com o interino Ricardo Resende e sete com Rogério Ceni.

Luta contra o rebaixamento

Entre os cinco piores do Brasileiro, atualmente, o Cruzeiro tem como principal luta a sobrevivência na Série A. Segundo o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o time tem 36,9% de chances de ser rebaixado. Para não ter nenhuma chance de queda, o departamento diz que o time precisa chegar aos 50 pontos – mais 32 pontos. Entretanto, a partir dos 46 pontos, as chances já são irrisórias.

Ou seja, o Cruzeiro vai precisar conquistar mais pontos que teve no primeiro turno, até o momento, para se salvar do rebaixamento.

Já o site Chance de Gol informa que, a partir dos 45 pontos, a salvação está garantida. Lembrando que a Raposa é um dos clubes brasileiros que nunca caiu de divisão.

Libertadores

Presente nas duas últimas edições do torneio continental, o Cruzeiro tem pouquíssimas chances de disputar a competição no próximo ano. De acordo com a UFMG, as chances são de 1,2%, e a pontuação ideal para uma vaga é a partir dos 61 pontos. Já o Chance de Gol diz que a probabilidade é menor ainda: 0,02%. Ou seja, o Cruzeiro precisa de uma campanha de líder para conseguir a vaga.

Cruzeiro disputou as duas últimas edições da Copa Libertadores — Foto: Juan Mabromata/AFP

Cruzeiro disputou as duas últimas edições da Copa Libertadores — Foto: Juan Mabromata/AFP

Lembrando que a zona de classificação da Libertadores pode aumentar, passando de G-6 para G-8, caso Flamengo ou Grêmio sejam campeões da competição continental, que está na fase semifinal, e Atlético-MG ou Corinthians também levem a Sul-Americana, torneio que garante vaga ao campeão.

Sul-Americana

O outro torneio continental também poderá ter mais brasileiros devido ao aumento de participantes do país na Libertadores. E essa competição que o Cruzeiro tem mais chances neste momento. Segundo o departamento de matemática, são 18,4% de probabilidade. Já o site Chance de gol aponta 8,3% de chance. Fonte GE

ATUALMT