Mato Grosso, 22 de agosto de 2019

Ex vereador faz nota de repúdio a matéria veiculada com seu nome e entende isso como manobra política da atual gestão!

Ex Vereador faz nota de repúdio a matéria veiculada com seu nome e entende isso como manobra política da atual gestão de Alto Paraguai, para esconder o abandono da cidade pela atual gestão!

O mesmo relata sua idoneidade e fala com tristeza ao site AtualMT, em ver a situação atual do município de Alto Paraguai.

Gilbert que era secretário da atual gestão, relata que pediu demissão do seu cargo, por ver a maneira retrógrada e o descaso da atual gestora com o município de Alto Paraguai!

Ele relata ainda que pessoas têm ligado a ele para contar sobre o descaso, pacientes que vão ao pronto atendimento contam sobre a falta de materiais e medicamentos na unidade de saúde!

É sobre este tipo de pessoas que estamos falando! Tentam denegrir a minha imagem, por saber da minha força política e por saber da vontade e capacidade que tenho para ajudar Alto Paraguai.

Gilbert Souza Lima

Nota de esclarecimento

            Gilbert Sousa de Lima, brasileiro, divorciado, Administrador e Bacharel em Direito, portador do RG n° 2514551-7 SSP/SP e inscrito no CPF/MF sob o n° 551.388.881-53, com endereço Rua Barão de Melgaço, S/N, Município de Alto Paraguai-MT, CEP n° 78410,00 vem,  respeitosamente à presença da Sociedade, apresentar sua contestação.

CONTESTAÇÃO

             Alega o investigado, em breve síntese, que ao jornal, ao exercer seu direito de liberdade de expressão, exacerbou-se, atingindo a sua honra e denegrindo a sua imagem, maculando, assim, a reputação que este detém perante a sociedade. Imputa irresponsabilidade ao requerido, aduzindo tratar-se de matéria veiculada com caráter sensacionalista, intenso ataque injurioso, calunioso e difamatório, através das redes sociais, perante a imprensa local, ademais as noticias narradas podem ser motivo de ação, pois na investigação feita pela justiça, ficou determinado pelo juiz da comarca local que todas as noticias vinculadas aos fatos deveriam ser tiradas do ar, decisão está do magistrado em razão da presunção de inocência por partes de pessoas publicas.

       Exerci mandato de Vereador por 03 (três) mandatos consecutivos, sendo Presidente Câmara Municipal do meu município na qual dei minha contribuição por 02 (duas) vezes, tendo minhas contas aprovadas pelo Tribunal de Contas no período em que exerci a administração do poder Legislativo Municipal, alego que, em razão de investigações que tramitam desde 2011 que culminou na prisão temporária de inúmeras pessoas incluindo o ex-prefeito Alcenor Alves e outros vereadores investigando-se a prática de crimes contra a administração pública.

         Pela simples e rápida analise da matéria fica caracteriza e demostrada que é de cunho politico, nota- se a ausência de demonstração dos fatos e que até a presente data não conseguiram provar tal ilicitude dos acusados, por parte da matéria causando prejuízo material e moral efetivamente sofrido nesta acusação. Ou seja, o autor não narra, não descreve em que consistem os danos alegados ao município diante do pressuposto da ação, uma vez que não há danos, e sim vislumbrada exclusivamente pelo imaginário da matéria, que consiste em apenas atingir minha honra em um processo parado desde a data da investigação feita pelo ministério publico, e que distorce os fatos em razão da possível candidatura de uma pessoal com ligação a mim, demostrando total desespero por parte de nossos adversários. Por fim venho com muita tranquilidade e todo meu desprendimento em relatar tais fatos veiculados na matéria de que venho caracterizar ser exclusivamente de cunho politico. Alegando que jamais solicitei, autorizei e pedi pra que qualquer que seja a pessoa ou eu próprio no período da vida publica em que exerci mandato pelo município de Alto Paraguai, qualquer tipo de vantagem ou ato ilícito que desabone o nome de minha família, em consonante aos fatos confio na honestidade dos demais vereadores que foram envolvidos nesta ardilosa armadilha com intuito apenas de parar uma investigação aberta pela maioria dos vereadores verificar se existiam licitações fraudadas naquela eventualidade, por fim confio na justiça, na justiça divina e em deus e espero que seja esclarecido para depois entrar com os processos cabíveis de reparação.

Atenciosamente

                             Gilbert Sousa de Lima

Ex – Presidente da Câmara Municipal de Alto Paraguai

Fonte: AtualMT

A AtualMT